Representações


A APME está filiada na FMEPP - Federação das Mulheres Empresárias e Profissionais de Portugal -, que por sua vez é filiada na BPW -Business and Professional Women -, entidade que a nível mundial congrega Federações de mais de 120 países dos 5 continentes.

A APME é membro fundador da FAA - Federação de Associações de Empresárias do Arco Atlântico, assumindo uma das duas Vice-Presidências, desde Abril de 2006.

Faz parte do Conselho Consultivo da CIG - Comissão para a Cidadania e Igualdade do Género.

A APME é directamente, desde 1999, membro da FEM - Femmes Éuropeénnes des Moyennes et Petite Entreprise -, tendo sido eleita, em 2002, para integrar o seu Conselho Consultivo. Esta organização faz parte da UEAPME - Union Europenne des Associations des Petites Moyennes Entreprises, a mais forte representação empresarial a nível da União Europeia.

Em 1998, a APME passou a membro efectivo da FIDE - Federação Ibero-Americana de Mulheres Empresárias - tendo assumido o estatuto de membro de pleno direito no Congresso Anual dessa Federação, realizado em Novembro de 1998 em Madrid.
Em 2001, no Uruguai, Montevideu, durante a Assembleia Geral, a APME foi eleita para o Conselho Executivo da FIDE.

O desenvolvimento de relações com os países Africanos Lusófonos foi, no ano de 1998, um dos objectivos prioritários. Nesse mesmo ano, APME participou no 1º Encontro das Mulheres Empreendedoras da CPLP, em Cabo Verde, onde se iniciou o trabalho de preparação para a criação da Federação das Associações das Mulheres Empreendedoras da CPLP.

Este projecto concretizou-se em Julho de 1999, em S. Tomé e Príncipe, tendo Portugal, nomeadamente a APME, assumido a Presidência e a Secretaria-geral da recém formada organização FAME -
Federação das Associações de Mulheres Empreendedoras da CPLP.

Do ponto de vista estratégico foram estabelecidos três eixos prioritários de acção: Europa - Península Ibérica -, América Latina e
CPLP, agregando os PALOP's com os quais a APME, foi desenvolvendo relações com as Associações congéneres e o Brasil, através da BPW naquele país.

Estes três eixos foram concretizados através da adesão ás mais fortes representações empresariais existentes nas respectivas áreas e, no caso da CPLP, através de todo o trabalho que conduziu á criação da FAME.



« voltar